Casa das Gárgulas

Casa das Gárgulas

O edifício intervencionado Casa das Gárgulas localiza-se em Viana do Castelo, na Rua da Bandeira considerada desde há muitos séculos a maior rua da cidade e uma das mais antigas.

Outrora, o prédio tinha como função no rés-do-chão o comércio e no andar a habitação. Atualmente, estava num estado de degradação muito avançado praticamente em ruinas.

O programa de reabilitação consistiu na transformação de um edifício devoluto em várias habitações de qualidade. Atendendo aos requisitos do promotor e face ao aumento da procura no mercado de arrendamento urbano na cidade, foi delineada uma proposta para criar 6 fogos de habitação entre tipologias T0 e T1.

Numa linguagem simples e contemporânea foram dimensionados os fogos de habitação com ambientes confortáveis e aconchegantes. Foi privilegiado a iluminação natural aos novos espaços. Em algumas compartimentações, as paredes foram interrompidas antes do teto, favorecendo desta forma a expansão da luz na superfície do apartamento.

Todo o seu interior predominantemente de cor branca é contrastado pelo acabamento da madeira envernizada no piso.

Aplicando as técnicas construtivas originais, foram recuperadas as alvenarias de pedra e estruturalmente foi utilizada a madeira na materialização e valorização dos pisos e da cobertura.

Em termos de alçados, fundamentalmente preservou-se a fachada principal, uma das poucas paredes e paramentos praticamente inalterados, destacando-se a cantaria e as três gárgulas existentes.

No rés-do-chão a entrada de viaturas já existia, tendo sido reinterpretada através de portas gradeadas criando transparência e amplitude.

A fachada tardoz, em ruina foi reerguida dentro do possível, na qual foram criados ritmos de vãos análogos à linguagem preexistente do edifício.

Analisadas as peculiaridades da preexistência e numa busca de um equilíbrio entre o existente e o novo, o resultado foi uma cuidada e sensível inserção no seu contexto urbano, afastando o inapropriado para introduzir a essência do original.

Em termos cromáticos a cor azulada conjugada com a cor castanha veio dar uma nova identidade e contemporaneidade.
video
Video is now empty, please upload video.
Localização
Viana do Castelo, Portugal
Data
2017-2019 (início proj.-fim de obra)
Arquitetura
Valdemar Coutinho, Arq.
Colaboração
José Ferreira da Costa, Eng. (Engenharia Civil)
Jorge de Sá Afonso, Eng. (Engenharia Eletrotécnica)
Daengstudio (Comportamento Térmico)
Construção
Quinta das Mouramas
Fotografia
João Morgado